Prevenir e remover as causas das moléstias que nos afligem

 

A partir da respiração, da concentração, do relaxamento e da otimização das funções metabólicas, podemos prevenir e remover as causas das moléstias que nos afligem.

 

        Os exercícios visam otimizar as funções do organismo, fazendo com que os processos respiratório, metabólico, circulatório, digestivo e eliminatório ajam sobre o sistema glandular e orgânico e muscular de forma a favorecer o seu funcionamento.

Os diferentes exercícios, acompanhados da respiração, tem determinado efeito sobre o comportamento do organismo.

 

A respiração

Fique de pé ou sentado numa cadeira ou sentado no chão com as pernas cruzadas ou mesmo deitado, o essencial é manter a coluna ereta.

        Observe a sua posição, a coluna está ereta, a cabeça levantada, as mãos na lateral do corpo, se estiver de pé; as mãos nos joelhos, se estiver sentado; e, as mãos no chão, palma para baixo, se estiver deitado. Esse exercício também pode ser feito com os olhos fechados.

Concentre-se na faringe e comece a inspirar. Inspire vagarosamente, procurando tornar audível o som da respiração. Não faça uso das narinas, elas permanecem inativas. Use a área que fica situada na parte posterior da boca, ou faringe.

Observe as suas costelas inferiores. Na inspiração elas se expandem em primeiro lugar, depois as medias, e finalmente as superiores. Quando a inspiração estiver completa, pare durante dois ou três segundos retendo o ar. Comece, então a solta-lo vagarosamente.

        Inicie contando quatro para a inspiração, dois para a retenção e novamente quatro para a expiração. Respirar com compassos iguais tem a nome de respiração rítmica.

 

Vamos respirar

        Inspire vagarosamente contando um, enchendo a parte inferior dos pulmões, dois, enchendo a parte média dos pulmões, três, a parte superior, quatro. Retendo o ar, contando um, vagarosamente, dois. Expire, contando um, esvazie a parte superior dos pulmões, dois, esvazie a parte média, três, esvazie a parte inferior, quatro. Retenha o ar, contando um, vagarosamente, dois.

Vamos repetir. Inspire contando um, enchendo a parte inferior dos pulmões, dois, a parte média, três, a parte superior, quatro. Retendo o ar, contando um, vagarosamente, dois. Expire o ar, contando um, esvazie a parte superior dos pulmões, dois, esvazie a parte média, três, esvazie a parte inferior, quatro. Retenha o ar, contando um, vagarosamente, dois.

Mais uma vez. Inspire contando um, enchendo a parte inferior dos pulmões, dois, a parte média, três, a parte superior, quatro. Retendo o ar, contando um, vagarosamente, dois. Expire o ar, contando um, esvazie a parte superior dos pulmões, dois, esvazie a parte média, três, esvazie a parte inferior, quatro. Retenha o ar, contando um, vagarosamente, dois. Desfaça a concentração. Observe seu corpo.

 

Referencias

 

DEVI, Indra. Hatha Ioga: paz e saúde. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1974.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *